Anábase – A Expedição dos 10000

2018-04-17 0 Por Rui Valente
Anábase – A Expedição dos 10000

Anábase é a história verdadeira de um grupo de soldados gregos que, no ano 401 antes de Cristo, marcham até ao interior do império persa governado pelo rei Artaxerxes, integrados no exército do seu irmão, Ciro, numa guerra civil entre os dois. Os exércitos de ambos defrontam-se em Setembro de 401 a.C. na planície de Cunaxa, perto de Babilónia, no actual Iraque, numa batalha em que, apesar de os gregos saírem vitoriosos, Ciro é morto. Isolados no meio de território hostil, a milhares de quilómetros das suas casas, os gregos são ainda enganados pelo persa Tissafernes, que captura os seus chefes à traição. A Anábase narra estas peripécias dos gregos e a sua subsequente retirada desde o campo de batalha de Cunaxa, cruzando rios, atravessando montanhas, lutando contra persas, contra tribos hostis, aqui encontrando quem os ajudasse, ali forçados a lutar pela sua sobrevivência, até alcançarem o Mar Negro em Trapezunte. A história narra ainda as peripécias dos gregos enquanto se dirigem deste local para a Grécia, tentando regressar a casa, apanhados num conflito de interesses entre as duas potências da época, a Pérsia Aqueménida e Esparta, até que finalmente entram ao serviço da última contra a primeira. Escrita c.370 a.C. por um dos participantes, Xenofonte, o ateniense (c. 430-355 a.C.), a Anábase é agora apresentada em português.